Search
  • Ricardo Pinho

COVID-19: A importância de manter-se fisicamente ativo durante o período de isolamento


A pandemia gerada pelo Corona vírus (COVID-19) tem levado os líderes de muitos países a determinarem que a população fique e permaneça em isolamento social por semanas. O vírus tem afetado diretamente milhões de pessoas em todo mundo, impactando a economia e a vida em sociedade.


FICAR EM CASA, tem sido a orientação dada pelos especialistas como medida mais efetiva e segura contra o contágio, porém isso pode trazer “efeitos colaterais” sobre a saúde. O tempo prolongado dentro de casa aumenta o sedentarismo o que contribui para uma vida não-saudável com consequente comprometimento físico e mental. Por isso, embora se reconheça que conter o vírus o mais rápido possível seja a prioridade, é preciso também, durante esse período de isolamento, adotar estratégias para manter-se fisicamente ativo. Entretanto, dada a situação única que estamos vivendo, ainda são inexistentes as diretrizes sobre o que as pessoas podem ou devem fazer em termos de manutenção de suas rotinas diárias com qualidade nessas condições de isolamento social.


O Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM), publicou na última semana (16/03/2020) uma série de orientações para manter-se fisicamente ativo “Staying Active During the Coronavirus Pandemic”. A recomendação geral da ACSM sugere 150 a 300 minutos por semana de atividade física aeróbica de intensidade moderada e 2 sessões por semana de treinamento de força muscular. Mas como fazer isso em casa?


De acordo com as orientações do ACSM, as sessões de exercícios devem envolver exercícios aeróbios como dançar, andar pela casa/apartamento ou pelo jardim, subir e descer as escadas por 10-15 minutos, 2-3 vezes por dia. Você pode ainda pular cordas, fazer trabalhos de jardinagem, jogos ativos como àqueles do tempo de criança e usar aparelhos para exercícios aeróbicos domésticos como esteira e bicicleta. Para exercício de força muscular você pode fazer agachamentos, abdominais, flexões de braço, levantamentos de pesos domésticos. É importante que as sessões de exercícios incluam também exercícios de equilíbrio e alongamentos. O uso da internet para vídeos com programas de exercícios, é uma alternativa viável ​​para manter a função física e a saúde mental durante esse período crítico.


As recomendações do ACSM reforçam ainda para não ficar sentado o dia todo! Por exemplo, se estiver assistindo TV, levante-se durante todos os comerciais (ou periodicamente) e dê uma volta em sua casa ou realize qualquer tarefa ativa como lavar a louça, lavar o carro, brincar com os animais.


Manter a atividade física regular e exercitar-se rotineiramente em um ambiente doméstico seguro é uma estratégia importante para manter a função física e a saúde mental bem como para fortalecer o sistema imunológico durante esse período crítico.


FIQUE EM CASA E MEXA-SE!!!!!


Por Ricardo A. Pinho, PhD

PPGCS/Escola de Medicina/PUCPR

https://www.bioex.net/

169 views0 comments