Search
  • Ricardo Pinho

Seu músculo, sua saúde

Updated: Jul 10, 2019


Nosso corpo é constituído, em grande parte, de um tecido que recobre todo nosso esqueleto, o que chamamos de músculo esquelético. Além de gerar movimentos corporais pela contração e relaxamento das fibras musculares e gerar força, o músculo esquelético gera calor e contribui para regulação da temperatura corporal. Porém, não são somente essas funções que o músculo esquelético desempenha em nosso corpo. Estudos têm revelado que manter a massa muscular é fator determinante para uma vida saudável. Em recente publicação na Journal of Bone and Mineral Research (julho 2019) pesquisadores brasileiros mostraram que o risco de mortalidade em idosos acima de 65 anos é em torno 63 vezes maior entre as mulheres com pouca massa muscular e, entre os homens com menos massa muscular, a chance de morrer é 11,4 vezes maior.


A redução da massa muscular e consequente perda da função é uma consequência do envelhecimento e agravada pelo sedentarismo o que leva a consequências adversas ao estado de saúde. Isso representa um quadro conhecido como sarcopenia. Desta forma, manter-se fisicamente ativo ao longo da vida tem uma relação direta com a longevidade com qualidade. A questão é, como e porquê? A resposta tem sido dada por diferentes estudos que mostram que manter-se fisicamente ativo (níveis moderados de atividade física diária) contribui para a manutenção da massa muscular, mas, a prática regular de exercício físico (veja post anterior sobre a diferença entre exercício e atividade física) promove, além da manutenção, aumento da massa, força e potência muscular, reduz os níveis de gorduras intramuscular, reequilibra o estado redox da célula muscular bem como melhora o equilíbrio, a mobilidade funcional, e estabilidade corporal.


Essas mudanças produzidas no músculo esquelético se estendem sinergicamente aos demais órgãos e promovem alterações em todo organismo. Entretanto, o tipo de exercício é determinante para que essas alterações ocorram. Sabidamente exercícios aeróbios são importantes para o músculo, no entanto, são os chamados exercícios de resistência ou de força que promovem maiores alterações e contribuem efetivamente para a saúde muscular. Isso porque, esses exercícios levam a ativação de diferentes vias moleculares que atuam em alvos específicos nas células e promovem mudanças na estrutura e na função do músculo.


Por fim fica a dica, faça exercícios regularmente, inclua exercícios de resistência ou de força em sua rotina. O tempo é implacável!!!, “Os que não têm tempo para o exercício, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença.” (Edward Stanley, The Conduct of Life, 1873)


Por Ricardo A. Pinho, PhD

PPGCS/Escola de Medicina/PUCPR

https://www.bioex.net/

87 views0 comments